Categorias
Geral

Dia Mundial da Alimentação

programa_6programa_preços3

Categorias
Geral

Dia Mundial da Alimentação

A Herdade da Hera prepara-se para celebrar o Dia Mundial da Alimentação (16 de Outubro) nos dias 18 e 19 de Outubro. Em breve sairá o programa do evento! Estejam atentos…

The Herdade da Hera prepares to celebrate World Food Day (16 October) on 18 and 19 October. Soon we’ll show the program of the event! Stay tuned …

DMAWFD

Categorias
Geral

O depois da Feira de Maio

Saudações meus caros amigos!

Bem, já tudo regressou ao normal depois de 5 dias bem agitados na Feira de Maio da Azambuja.

A vizinhança do nosso stand (“Andreia e Patrícia”, “Artesanato António Luís”, “Coisas do Sótão”, “Ethereo”, “Irmandarte” e “Quinta Vale de Fornos”) foi 5 estrelas, muito simpáticos e prestáveis, que proporcionaram boa companhia e animação.

Este ano houve de tudo, desde de muito calor a muita chuva, campanhas partidárias, óptima comida nas tasquinhas e visitantes muito interessados.

É com muito agrado que com o passar dos anos vou notando uma maior curiosidade e um maior interesse pelo nosso projecto. Foi bom reparar que os visitantes do ano passado voltaram e com mais perguntas.

Tenho que agradecer a todos a visita e os “dedinhos” de conversa.

Bem, como informei os visitantes da Feira, ainda temos o portão fechado mas, não é uma crise que nos vai baixar os braços! Porque acreditamos que o País precisa de evoluir, de criar mais postos de trabalho, receber mais e melhor os turistas e, acima de tudo, mimar o povo Português!

Todos nós temos o direito a fugir das grandes cidades, esquecer o stress do trabalho e ter um lugar especial onde ir descansar.

É grande a nossa vontade de poder contribuir para o progresso da localidade que nos acolheu, faremos os possíveis e impossíveis para sermos rápidos e para abrir o portão a si, à sua família e aos seus amigos!

Estamos a terminar as obras no escritório, porque consideramos que os clientes merecem ser bem recebidos e consideramos fundamental este espaço de apoio.

Em breve iremos colocar os novos “corta-relvas”, ou seja as novas cabrinhas, a trabalhar, apesar de ser um espaço natural temos de ter cuidado com verão e o calor.

As boxes estão prontinhas a serem ocupadas!

Como vê, tem sido muito o esforço mas com empenho começa a tornar-se realidade.

Espero ser breve no regresso ao blog com mais novidades!

 

Beijos e abraços

Vanessa Santos

Categorias
Geral

Manique do Intendente em Festa

de 13 a 16 de Agosto

Manique do Intendente, no Concelho de Azambuja, vai estar em festa entre 13 e 16 de Agosto. As festividades, em honra de S. Pedro, têm início na sexta-feira dia 13, com a abertura da Quermesse, pelas 18.00h. A noite é dedicada ao Punk/Rock, onde se destaca o concerto da banda “Angry Odd Kids”, terminando com a actuação do “DJ 5inco”.

No sábado, pelas 16.00h dá-se a demonstração de Perícia de Minis. Às 17.30h o folclore anima a festa, com a participação do Rancho Etnográfico de Manique do Intendente e do Rancho Folclórico da Casa do Povo de Manique do Intendente. O serão é preenchido com a música do grupo Papa Léguas seguida de um Fogo de Artifício Piromusical, pela 01.00h, e da actuação da Banda Reggae “Quem é o Bob?”.

O Domingo tem início com a alvorada, pelas 08.00h. às 09h30 tem lugar o peditório que percorrerá toda a Freguesia. A tarde é dedicada às cerimónias religiosas, com uma Missa Solene em Honra de S. Pedro, pelas 16.30h, seguindo-se uma Procissão pelas ruas da Vila. À noite a música começa às 22.00h, com o Grupo “Geração Banda Xeques”. A animação com DJ pela 01h30, promete aquecer a festa para o resto da noite.

O último dia das festas é marcado pela já tradicional Prova de Ciclismo de Manique do Intendente. A 39ª edição tem início às 17h00. O Grupo “JC Power” começa às 22.00h a sua actuação. A encerrar, animação com DJ, pelas 02.30h.

A Festa em Honra de S. Pedro é da responsabilidade da Comissão de Festas de Manique do Intendente 2010, e conta com o apoio da Câmara Municipal de Azambuja, da Junta de Freguesia de Manique do Intendente, da Delegação da Cruz Vermelha de Manique do Intendente, da Casa do Povo de Manique do Intendente, dos Bombeiros Voluntários de Alcoentre e da GNR de Aveiras de Cima.

CartazFestaManique

Categorias
Geral

Feira de Maio da Azambuja 2010

Foi com enorme prazer que a Herdade da Hera participou pela 1ª vez na Feira de Maio da Azambuja. Foram dias de convívio com os “vizinhos”, além da possibilidade que nos deu em contactar com vários visitantes interessados e disponíveis para conhecer o nosso projecto. Tendo sido também uma forma de conhecer as necessidades e as expectativas da população do concelho.

Apesar da localização do nosso concelho, é uma realidade a forma como o mundo equestre é ainda um estranho por estas terras, mas esta mudança só poderá ser feita com a ajuda de todos.

Talvez seja um desporto ao qual se atribuí a ideia de ser muito dispendioso, mas na verdade é tão dispendioso como outro qualquer. Todos os desportos requerem um investimento inicial de equipamento e posteriormente de mensalidades. E como erradamente se poderá pensar, ter o prazer de montar a cavalo não implica obrigatoriamente a compra de um.

E que o que poderá ser melhor do que um desporto ao ar livre, em contacto com a natureza, algo que desperta a ligação Homem-Cavalo, com a envolvência dos afectos, o criar de uma responsabilidade, e por fim, um desejo de querer ir sempre mais longe na aprendizagem?

Foi uma experiência muito engraçada encontrar crianças com os seus 6/7 anitos, já muito decididas com as suas opções do seu futuro e muito desejosas de querer entrar para este mundo. “Quando for grande quero ser cavaleira!”, que outra frase me poderia deixar mais orgulhosa!?
Ou então uns pais babados dum bebé de 3 mesinhos, muito curiosos, que gostavam de saber quando seria a altura ideal para ele entrar neste mundo. Quem sabe se ele um dia se tornará num grande campeão ou então um grande apaixonado pela arte?

Ao longo dos anos, da possibilidade de poder observar este mundo também um pouco como “outsider”, deu-me para conhecer a grande variedade de alternativas que existem. Não há ninguém que necessite de desejar exactamente o que já existe, há tanta escolha e tanta coisa gira, que se podem criar sempre novas oportunidades com variáveis novas no mundo equestre. A arte equestre ainda se encontra em bruto, tal como um diamante antes de ser lapidado!

Lamento apenas os portões ainda não abrirem, mas acreditem, eu estou deserta para que isso aconteça, que neste nosso cantinho a magia se realize, que aqui se desperte um desejo tão grande de ir mais além, que tornemos a equitação um desporto de amor e dedicação. Quando acreditamos, tudo é possível!

Mas como se diz, já faltou mais…

Agradeço imenso a vossa atenção, até já!

Categorias
Geral

Festa das Tasquinhas anima Manique de 23 a 25 de Abril

A 15ª edição da Festa das Tasquinhas vai animar a freguesia de Manique do Intendente, no concelho de Azambuja, de 23 a 25 de Abril. A inauguração está marcada para dia 23 de Abril, sexta-feira, às 18h00. Segue-se a actuação da “Bandinha do Caneco”, às 19h00, o Festival do acordeão, pelas 22h00, e Karaoke a partir das 23h30.

No sábado a alvorada está marcada para as 9h00, seguindo-se uma prova de atletismo juvenil pelas 10h00. A tarde será animada com jogos tradicionais pelas 15h00, arruada com gigantones, bombos e concertinas, a partir das 16h00 e tarde de folclore, pelas 17h00. Às 22h00 actua Hugo Sampaio.

O último dia das Tasquinhas, 25 de Abril, arranca com a alvorada, pelas 9h00. Às 15h00 realiza-se um pedy-paper, segue-se a música tradicional, pelas 18h00. Às 22h00 o fado far-se-á ouvir pelo recinto das tasquinhas.

O evento é organizado pela Junta de Freguesia de Manique do Intendente e conta com o apoio da Câmara Municipal de Azambuja.

Categorias
Geral

O Local…

Vista panorâmica do topo

Muitas vezes já ouvi a pergunta: “Mas porquê Manique do Intendente? Porquê ali e não outro sítio?”

Se vos confessar que foi apenas obra do destino? Não um destino fácil de alcançar e muito menos rápido, mas aquele sítio chegou um pouco como que por magia…

Há muitos anos atrás, aquele sítio que fazia o meu coraçãozinho bater mais forte, era mesmo o Alentejo, a planície alentejana sempre teve um grande impacto sobre mim, mas o amor pelo o Ribatejo também batia cá dentro.

No início das nossas buscas, isso nem estava em causa, pois até fomos parar para o outro lado do Rio Tejo.

Mas como todos nós tínhamos uma visão, não podia ser qualquer sítio…

As buscas duraram anos, os jornais foram mais que muitos, visita aqui, visita ali, mas nada nos enchia por dentro. Muitas foram as dúvidas: “Mas será que este tem bons acessos?”, “A vista deste não será pobre?”, “Mas ele quer mais dinheiro só pelo o que vamos fazer no terreno??”.

Até que um dia, os meus pais viram num jornal um terreno a um bom preço e aí decidiram arriscar. Nunca tínhamos ouvido o nome da terra, nem o que havia por lá, mas não se perdia nada  em ir ver, certo?

Um eucaliptal, os meus pais apaixonaram-se por um eucaliptal, vejam só! Ainda por cima, sobe-se, sobe-se, sobe-se! E a minha planície?? É certo que em termos de vista, neste conseguem-se ver os campos, os pomares, as vinhas, as casas caiadas de branco, o pôr-do-sol em Monte Junto… Aqui consigo ver um mundo que me tira da realidade.

Admito que não morri de amores por ele no primeiro dia, nem no primeiro mês, mas agora, agora é o meu porto de abrigo, o meu “alivia stresses”, a minha paz interior, a minha paixão!

Vem sentar-te numa tarde de Primavera, a ver um pôr-do-sol, a respirar este ar e diz-me depois se não é tão bom sair da realidade.

Mas esta terra tem algo para contar, porque Manique do Intendente (“mas que nome” dizem alguns) tem história, e essa história fica para a próxima…

Vista da lateral frente, quando era um eucaliptal
Categorias
Geral

A história

Em tempos em que não era habitual encontrar um Centro Equestre, quando a divulgação deste desporto ainda era muito vaga, eis que nasce uma grande paixão numa criança.

Antes de aprender as letras quis aprender os afectos dos cavalos. O meu primeiro contacto foi através da televisão onde achei aqueles animais muito engraçados. Andei um ano a implorar para tocar num ao vivo, e passado esse ano, um Centro Equestre abre perto de minha casa. A alegria que foi o toque, o afecto, aquele calor e amizade que eles tão bem sabem transmitir, este sentimento faz-me querer estar juntos deles todos os dias.

Foram anos de aulas, treinos, espectáculos, algumas provas e, um dia, acordei e disse: “É isto que me faz feliz”. Foi com grande alegria que senti um apoio enorme por parte da minha família a esta minha paixão.
Talvez tenha sido a minha loucura e a minha persistência que aproximou os meus pais deste meu mundo e que talvez lhes tenha despertado curiosidade e gosto.
Nestes anos todos, esforcei-me muito por subir estes degraus da minha vida, e vou continuar a lutar por subir muitos mais.
Agora estou numa etapa de formação e aprendizagem, a concluir o meu curso da ESAS, que sei que me ajudará muito pelo o que me espera à minha frente. Penso que devemos sempre ir mais à frente na nossa formação, porque vivemos numa era de evolução.

E desde há seis anos que estamos a criar o espaço, a ideia, o futuro de um sonho…

Categorias
Geral

Primeiros passos para o futuro

E todos os objectivos começam de um sonho, sonho esse que nos faz seguir caminhos desconhecidos, ultrapassar barreiras e faz crescer o desejo de chegar ao final da meta.

Mas até os projectos mais básicos necessitam de tempo, dedicação e ajuda dos demais, visto não acreditar em pessoas perfeitas, há que abrir a mente para todos os dias aprender sempre mais.

O que é a equitação? Qual o seu objectivo? O que nos faz apaixonar por estes seres tão mágicos e únicos?

Ao longo dos anos e das várias experiências vividas, fui notando que esta área está em constante evolução, muitas vezes para melhor, outras nem tanto, mas noto um esforço por parte das pessoas envolvidas para o crescimento da modalidade.

Este blog será uma janela que estará sempre aberta, um espaço de inter-ajuda, de lazer, de aprendizagem, para os conhecedores, para os leigos, curiosos.

Sinto que no futuro nos veremos todos a trabalhar com um objectivo comum, o de fazer crescer esta arte tão bela, de ver e sentir como é tão gratificante o elo entre cavalo e homem.